PT | EN


FAQ -Programação
Pesquisa
    
Quando exportar o ficheiro translation_map.xlsx (consulte o manual técnico para saber como exportar), basta editar as colunas referentes às línguas que pretende introduzir/alterar. A primeira coluna - termo - nunca deverá ser alterada. As colunas que não forem preenchidas se-lo-ão pelo texto que estiver definido na coluna termo.
Aquando da edição do código HTML numa interface do frontoffice, é necessário ter em atenção que o texto que surge na tag de tradução: <!--T:Texto a traduzir-->, não contenha espaços iniciais / finais, ou seja, não se apresente como <!--T: Texto a traduzir-->, <!--T: Texto a traduzir --> ou <!--T:Texto a traduzir -->. Isto é extremamente importante porque, quando o mapa de tradução é exportado, o Excel/OpenOffice retira todos os espaços antes e depois da frase, pelo que quando o ficheiro é novamente importado, o termo original não corresponde ao importado. Isto torna o sistema de tradução impossível de funcionar corretamente.

Deverá ser necessário igualmente ter em atenção que sempre surjam dois espaços seguidos (ex. Texto  a traduzir), a questão anterior volta a repetir-se. 
Sim é possível. Basta que os endereços sejam separados por vírgulas no campo correspondente.
Depende do projecto.

Os projectos realizados na plataforma web@plako implicam que, para alterar um mapa de tradução, seja requirido à Plako o ficheiro. Esse ficheiro xml será então enviado por email e, mediante a sua devolução, o mapa de tradução será actualizado pela Plako.

Para projectos realizados na plataforma cms@plako, a geração de mapas de tradução pode ser feita sem recorrer à Plako, utilizando apenas as ferramentas disponíveis na gestão das interfaces do projecto (https://project.[domínio do parceiro]). Para saber como gerar mapas de tradução consulte o manual técnico.
Sempre que é utilizada a função dn(...) no html para carregar conteúdo dinamicamente, é necessário adicionar um parâmetro à url. Este parâmetro permite corrigir a seguinte situação:
    Quando um utilizador faz login ou logout, se o último pedido foi por um dn, será dirigido para a página carregada dinamicamente. Com o parâmetro, o utilizador será dirigido para a página de login ou logout configurada para o website.

Por exemplo:
    <td onclick="loadToINS('/?it=teste&co=20&cop=50&bypass=1')">Listagem por DN</td>


    Desta forma,  sempre que carregamos um conteúdo dinâmico por dn é necessário acrescentar no link: &bypass=1.

Para que as imagens surjam nas pesquisas do google, uma das soluções poderá passar por colocar a tag "alt" e "title"* em todas as imagens existente no website.

NOTA:
  • A indexação das imagens não é imediata. Assim sendo, a partir do momento que colocar a tag em todas as imagens, deverá aguardar algum tempo até que o google analise essas imagens. Poderá também, para agilizar o processo, solicitar uma nova avaliação do seu website por parte da google.

  • Depois de algum tempo, poderemos avaliar novamente o impacto destas alterações.

* As tags "alt" e "title", isoladamente, podem não ser lidas por todos os browsers. Assim, sugerimos a utilização de ambas.
No ficheiro editores.php existe uma listagem de botões, nomeadamente:

$editor500->botoes[40] = 0; (Tipo de Letra)
$editor500->botoes[41] = 0; (Tamanho)
$editor500->botoes[20] = 0; (Cor do Texto)

Geralmente, estes estão sempre a 0 (i.e. não surgem). Para que surjam no editor avançado o valor deverá ser 1.

© Copyright 2004- Plako